domingo, 9 de novembro de 2014

Um homem fino moralmente até que sou, porém meus “pecados” me condenam


E assim, não me enquadro nos dez tópicos seguintes. Tirei-os de uma publicação no DCM, o qual cita ter extraído de um homem de letras da Inglaterra do século XVIII, Lorde Chesterfield.
Fazem parte das recomendações que, em cartas, ele fazia a seu filho.

1) Acima de tudo, evite falar de si mesmo.
2) É melhor recusar um favor com classe do que garanti-lo vergonhosamente.
3) Olhos e ouvidos abertos, e boca quase sempre fechada.
4) Piadas ruins e risada alta fazem você parecer um bufão.
5) Nunca pareça mais sábio e mais inteligente do que as pessoas que estão a ser redor.
6) Não admire nada exageradamente.
7) Faça apenas uma coisa por vez.
8) A paciência é o único meio de fazer que as coisas ruins não piorem.
9) Seja sério, mas não enfadonho.
10) Fale com frequência, mas jamais longamente.
Faço aqui o “mea culpa”, pois estou desprezando o primeiro item, consequentemente, todos os outros e peço Senhor, não fazei-me ajoelhar no milho, mas dai-me o castigo da confissão, da oração e, acima de tudo, o seu perdão.

Texto: Amorim Sangue Novo – Imagem: Rede RPG