quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Deputado Bragato mostra seu lado afro-social

Demonstrando seu lado afro o deputado Mauro Bragato mostra também sua falta de preconceito aos afros-decendentes, com mais este projeto.
Eu que, por algum tempo, participei de diversas rodas de capoeira, juntamente com meu filho, sei que este esporte leva o homem, não só a sentir jovial fisicamente, como também valorizar a vida e as amizades e, ao contrário do que se pensa é uma forma de aproximar as pessoas e não há nenhuma violência nestas rodas de capoeira, mas o humor e o canto suave e envolvente.
Vale lembrar também que “a roda de capoeira foi considerada como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela 9ª Sessão do Comitê Intergovernamental para a Salvaguarda. A dança brasileira se junta ao Samba de Roda do Recôncavo Baiano,”
(Amorim Sangue Novo)

Projeto do deputado Bragato declara a capoeira patrimônio cultural do Estado
Está em trâmite na Assembleia Legislativa, o projeto de lei (PL 1414/1014), de autoria do deputado Mauro Bragato, que declara a Capoeira como Patrimônio Cultural Imaterial do Estado de São Paulo.
O objetivo é garantir a preservação da capoeira, como patrimônio cultural. “Um arte que mistura dança, música e cultura popular”, esclarece o projeto.

A capoeira foi introduzida no estado de São Paulo, no final dos anos 60 e começo dos 70, em academias instaladas pelos mestres, como os instrutores são denominados.
“No Brasil, chegou no século XVI, pelos escravos da etnia banto, que junto trouxeram os costumes, vestimentas e idiomas africanos”, acrescenta o PL.

Capoeiristas de renome popularizam a arte no país. Entre os principais, os mestres Pastinha, da Bahia que popularizou o estilo Angola e Bimba, que após uma apresentação a Getúlio Vargas, o ex-presidente transformou a capoeira em esporte nacional.

“Por se tratar de importante atividade artística, cultural e turística, a Capoeira merece ser declarada como Patrimônio Cultural Imaterial do Estado de São Paulo”, conclui o deputado no PL.
Da assessoria do deputado Bragato – Título: Amorim sangue Novo - Na imagem:  Arte-Kusiwa – Pintura Corporal, Frevo e Círio de Nazaré.

Leia também: 
Adamantina: a cidade paulista que está protegendo um padre e dando uma lição contra o racismo
http://www.diariodocentrodomundo.com.br/a-pequena-cidade-paulista-que-esta-dando-uma-enorme-licao-contra-o-racismo/