quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Para os políticos falar é ouro, calar é prata

10 frases de Alckmin ao longo de 2014 sobre a questão da água

Uma das melhores cenas da campanha eleitoral

10 frases de Alckmin ao longo de 2014 sobre a questão da água, colhidas numa pesquisa do estudante Gustavo Lobato Rates:

1- “Sou contra (o racionamento), por motivos técnicos e sociais. Nós estamos num momento excepcional e a água está garantida.”

Ao jornal Estado de São Paulo, em 4 de agosto.

2- “Não vai faltar água. Temos uma grande reserva técnica que achamos que nem vamos usar. Substituímos o Sistema Cantareira. O governo trabalhou.”

No debate dos candidatos ao governo de São Paulo na Globo, em 30 de setembro.

3- “Não há risco de racionamento de água em 2015.”

Publicado na Folha de S.Paulo em 30 de setembro.

4- “Não haverá racionamento nem este ano nem o ano que vem.”

Na coletiva de imprensa da Parada Gay, em 4 de maio.

5- “Seria uma atitude até irresponsável fazer racionamento.”

A jornalistas, em 2 de agosto.

6- “Não planejamos usar a 2ª cota do volume morto.”

Para a imprensa, em 13 de julho.

7- “Não haverá racionamento em São Paulo.”

Para jornalistas, em 4 de fevereiro.

8- “Já estamos na primavera e não vai faltar [água]. Nós temos uma reserva de mais de 200 bilhões de litros de água. Nem pretendemos usar tudo isso.”

À imprensa, em 6 de outubro.

9- “Não há necessidade nem é tecnicamente adequado fazer racionamento. Nós estamos preparados para a seca.”

A jornalistas, em 4 de agosto.

10- “Nós não precisamos ter chuva abundante. Pode até chover menos do que a média que ultrapassaremos o novo período seco. Por quê? Porque temos as demais represas bem cheias, temos sistemas de substituição crescentes e há mais reserva técnica. Há um conjunto de fatores.”

Para a Folha, em 3 de outubro.

Postado no Diário do Centro do Mundo