sábado, 16 de janeiro de 2016

Consumo de água no Palácio dos Bandeirantes cai 29,8% em 2015

Por conta do esforço dos funcionários, a sede do governo paulista mantém há 21 meses consecutivos o consumo abaixo da meta estipulada pela Sabesp


O consumo médio de água no Palácio dos Bandeirantes caiu 29,8% durante o ano de 2015 comparado com o mesmo período de 2013. Na comparação com 2014, a queda foi de 14,2%. Por conta do esforço dos funcionários, a sede do governo paulista mantém há 21 meses consecutivos o consumo abaixo da meta estipulada pela Sabesp que é 1.462 m³.
Em 2015, o consumo foi 14,36% abaixo da meta estabelecida pela empresa, o que garantiu ao Palácio obter o bônus por economia no consumo. A média do consumo em 2013 foi de 1.784 m³ por mês. No ano seguinte, o consumo médio foi de 1.459 m³. O ano passado essa média chegou a 1.252 m³.

O Palácio dos Bandeirantes passou por uma série de mudanças que permitiram a economia de água como a instalação de válvulas, dispositivos limitadores, temporizadores, arejadores de saída d'água, substituição de boias e sensores de volume de água, troca de tubulações e encanamentos antigos e construção de reservatórios para captação da água da chuva.

Outra medida que permitiu provocou a queda foi a implantação do Pura (Programa de Uso Racional da Água), que combate o desperdício. São realizadas diversas campanhas educativas entre os funcionários, que foram orientados a utilizar menos água.

Da redação com portal do governo de São Paulo
Postar um comentário