quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Por Alegre vive clima policial uma semana antes do julgamento de Lula

A uma semana do julgamento do ex-presidente Lula, marcado para o dia 24, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) já mobilizou expressivo contingente para reforçar a segurança no entorno do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4).
Na tarde da última terça-feira, automóveis e motocicletas da Brigada Militar realizavam vistoria na área. Uma caminhonete da Polícia Rodoviária Federal (PRF) também permaneceu estacionada em frente ao prédio.
Cães farejadores foram escalados para percorrer as calçadas em frente ao edifício. Policiais militares, a pé e a cavalo, circularam dentro do Parque Maurício Sirotsky Sobrinho e também nas avenidas adjacentes, como a Loureiro da Silva e Augusto de Carvalho.
De acordo com a SSP, a medida antecipada serve “para evitar qualquer tipo de problemas com relação ao prédio” e “garantir a segurança do entorno”.
A segurança deve ser reforçada também na parte interior edifício. Apesar da informação não ter sido oficialmente confirmada, policiais federais estiveram no local para reconhecimento das salas a serem ocupadas na sessão da próxima semana.
Está também previsto isolamento da região, mas a SSP ainda não informou a extensão e nem quando começará.
O secretário de Segurança, Cézar Schirmer, requisitou aos órgãos federais que funcionam na região para que suspendam o expediente interno no dia do julgamento para diminuir a circulação de pessoas e automóveis no perímetro do TRF4. O mesmo pedido foi feito à Câmara Municipal, que fica próxima ao TRF4.
A medida valerá não apenas no dia do julgamento, como também no dia que antecede a data.
Postado originalmente no Blog da Cidadania

Nenhum comentário: